Segunda 25 Setembro 2017

NA SELVA AMAZÔNICA NO ALTO SOLIMÕES INVESTINDO NA MULTIPLICAÇÃO DE LIDERES CRISTÃOS INDIGENAS

1. CENTRO INDIGENA DE CAPACITAÇÃO BIBLICA E PROFISSIONAL-
CICBPRO
 
Em méio há tantas dificuldades, como a crise econômica em que
o país passa, não há motivo para desistir e deixar de investir na multiplicação de líderes cristãos indígenas, na capacitação bíblica para que eles mesmo sejam os pastores e missionários que vão tomar à frente da igreja local, das atividades sociais e da expansão missionaria.
A temporada de aulas em 2017, teve início no dia 08 de janeiro e finalizou no dia 05 de fevereiro, chegaram ao CICBPRO 67 seminaristas, procedentes de 15 aldeias das etnias Ticuna, Cocama e Mayuruna. Deus é fiel e nada deixou faltar, desde alimentação, professores e lideres voluntários, as aulas ocorreram de forma satisfatória.No dia 05 de fevereiro, finalizou as aulas com a cerimônia de formatura de 08 líderes, foi um dia muito especial, os formandos receberam o certificado de conclusão e lhes foi colocado na cabeça o cocar Ticuna, confeccionado com pena de arara, cujo símbolo representa liderança e comprometimento, todos os presentes se alegraram.
 
 
2. Calixto o jovem líder da aldeia Vendaval.
 
Calixto é um jovem de 21 anos é da aldeia de Vendaval, fica a distância de 180 km do CICBPRO, em 1994 quando foi feito a primeira tentativa de evangelização, confesso que não foi fácil alcança-los com a mensagem do amor de Deus, resistiram, inclusive fomos ameaçados de morte, mesmo assim não desistimos, ficamos na aldeia por uma semana ao final do trabalho 04 famílias decidiram abraçar o Evangelho.
Hoje na aldeia de Vendaval há uma igreja com mais de 80 membros, pouco a pouco entenderam o grande amor de Deus, Calixto concluiu o curso básico em teologia e é um dos líderes que ajuda na direção da igreja local.
 
 
 
3. EX-ALUNOS DO CICBPRO, PASTORES INDIGENAS SÃO LIDERES VOLUNTARIOS NA
TEMPORADA DE AULAS
 
À direita é o pastor Ricardo Gallupe da etnia Quechua, ingressou no seminário em janeiro de 2003 e formou-se em janeiro de 2006 na temporada de aulas é parte do quadro de líderes como professor, além de lidar com as atividades de limpeza do espaço no cotidiano junto com os alunos.
À esquerda é o pastor Aniceto da etnia Ticuna, ingressou no seminário em janeiro de 2013 e concluiu em janeiro de 2016, é pastor da igreja evangélica indígena na aldeia de Umariaçú I, no município de Tabatinga, atua como docente e conselheiro no CICBPRO.
*Toda gloria e louvor a Deus, total gratidão a todos quanto contribuíram para a realização das aulas em janeiro de 2017. Grato por vossas orações.
* Rogo orações pois no mês de julho de 10 a 16 será realizado a capacitação para pastores e missionários que já atuam no campo.
 
Pr. Eli Ticuna e família
 
Aldeia Ticuna de Filadélfia, Benjamin Constant-AM, março de 2017.